quinta-feira, 16 de setembro de 2010

Recomeço





Quero derreter!
Pensar em brancura
Enquanto o horizonte
Se deita comigo...
Vou espiar acordada e imóvel
A ultima luz se apagando
E que alívio
Tudo ter que terminar!
Que bom ter a longa noite...
Antes de Outro dia começar!

8 comentários:

  1. Que noite poética e que bom ter de volta teus versos, Querida Aline.

    Um beijo amigo e carinhoso.

    Carmen Silvia Presotto

    ResponderEliminar
  2. Que bom conhecer esses versos! Que bom conhecer um blog com um nome original como esse. Parabéns pelo contexto.

    ResponderEliminar
  3. Carmen,
    Obrigada por sempre ler!

    Marcio,
    É o nosso maior trunfo diário.. rsrrs
    Obrigada por vir!

    Rodrigo,
    Que grata surpresa conhecer vc e seu espaço... Obrigada pelos elogios... Seja muitíssimo bem vindo, e te espero sempre viu?...

    Um Super beijo triplo pra vcs!

    ResponderEliminar
  4. Que lindo poema, Aline!

    Me identifiquei muito com os versos "Que bom ter a longa noite.../ Antes de Outro dia começar!". Levaram-me a refletir sobre o momento que estou passando.

    Parabéns pelo belo trabalho!

    Beijokas,

    Luana.

    ResponderEliminar
  5. Que bom Luana...
    Acho que o melhor da poesia, como já disse Mario Quintana, é quando temos a impressão de que ela esta nos lendo e não o contrário!
    Por isso fico grata e envaidecida com suas palavras!
    Obrigada! E venha sempre!
    Beijo Grande!

    ResponderEliminar
  6. Aline,
    A noite às vezes é meu momento de serenidade, de bonança, quando as tempestades parecem serenar.
    O ciclo do recomeço às vezes é bom, nos dá tempo de respirar com a alma.
    Falta de ar é angustiante!
    Beeeeeeeeeeeeeeijo.

    ResponderEliminar
  7. Ivan,
    Que bom os ciclos existirem não é mesmo?...Acabam os dias... semanas...meses... anos e temos sempre uma nova chance!O dificil e fazer com que tudo se repita e repita...UFA!!!Realmente o ar tem horas que nos falta!
    Beeeeeeeeeeeeeeijo!

    ResponderEliminar